Ásia

Indonésia: Advogado de Prabowo acusa Jokowi de usar fundos estatais para “influenciar os eleitores”

O chefe da equipa jurídica do candidato presidencial Prabowo Subianto-Sandiaga Uno, Bambang Widjojanto, afirmou esta sexta-feira, durante audiência no âmbito da contestação dos resultados eleitorais no Tribunal Constitucional que o adversário, Joko “Jokowi” Widodo, usou fundos estatais e programas do governo para influenciar os eleitores.

“[Jokowi] usou a sua posição como presidente para usar o orçamento do Estado e programas governamentais como um instrumento para influenciar os eleitores nas eleições presidenciais de 2019”, disse Bambang.

Bambang declarou que usar fundos estatais parecia uma coisa legítima, porque tinha uma base legal, mas depois de investigar, descobriu que a prática equivalia a um “mau uso do orçamento do Estado”.

Segundo o advogado a organização de Jokowi poderia fazer isso facilmente, porque ele era o presidente, assim a “violação” poderia ser feita de uma maneira estruturada, coletivamente pelo “aparato estatal”.

Exemplificando, Bambang referiu a decisão de pagar aos funcionários públicos, militares e Polícia Nacional, um 13º salário, além do subsídio de férias do Idul Fitri, e aumentar o salário dos funcionários da vila e do subdistrito.

Bambang também mencionou a instalação habitacional, incluindo o esquema de pagamento zero para comprar uma casa, para os membros da Polícia Nacional. “A violação eleitoral foi realizada sistematicamente usando a Lei do Orçamento do Estado, completa com a base legal para cada esquema”, defendeu.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo